[ Body and Soul ]


KaRL, (Lisboa) Portugal
{personal blog - BLANK PAGES }
(more about me)

Elisewin, (Setúbal) Portugal
(more about me)

[ Paranoid Songs ]





[ Paranoid Thoughts ]


[ Ancient Prophecies ]

bump
boa viagem, menina
Society
Wild Spirits
happy birthday, my dear
Animações
para a Lyra Belacqua
Triste, mas bom
Ora então, vamos lá rir
F*ck


[ Vanished Memories ]

Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Julho 2008


[ Favourite Minds ]

BLANK PAGES - karl's blog
Broken Skin
Carpe Diem
Clara Bela
Clepsidra
Com Um Supositório Isso Vai Lá
David Pinto 1979
Facing The Hours
Friend With Weed
Hanging By Threads of Palest Silver Kross On Fire
Lenore Miau
Manhãs da 3
Mas qual é a ideia?
Mina Anguelova
O Uno E O Múltiplo
On That Bleak Track
Pedaços De Nada
Pensamento do Morsa
Pink Poetry and my Thrill
Radiohead
Rita RedShoes
Strip The Soul
Tânia Bonnet


[ Electronic Paranoias ]

The Paranoid Prophets
THE SMASHING PUMPKINS
At-Tambur
Badmood Forum
Billy Corgan
CineCartaz
Clap Your Hands Say Yeah
Cotonete News
Disco Digital
Forum Sons
Last Days Of April
Logh
Musica No Coracao
Netphoria Forum
Paredes de Coura
Sapo Cultura
The Arcade Fire 01
The Arcade Fire 02
The Smashing Pumpkins 01
The Smashing Pumpkins 02
Zomb Forum

Online Thinkers:

online


this disease has been here:

since 3rd September 2005


Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

[01 julho 2008]

bump

.






(-_-)








.


por KaRL * 20:17
|

____________________

[10 maio 2008]

boa viagem, menina



por KaRL * 18:23
|

____________________

[15 abril 2008]

Society

Aqui fica uma das músicas que mais caracteriza o filme, e encaixa perfeitamente no post anterior.



Oh it's a mystery to me.
We have a greed, with which we have agreed...
and you think you have to want more than you need...
until you have it all, you won't be free.

Society, you're a crazy breed.
I hope you're not lonely, without me.

When you want more than you have, you think you need...
and when you think more then you want, your thoughts begin to bleed.
I think I need to find a bigger place...
cause when you have more than you think, you need more space.

Society, you're a crazy breed.
I hope you're not lonely, without me.
Society, crazy indeed...
I hope you're not lonely, without me.

There's those thinkin' more or less, less is more,
but if less is more, how you keepin' score?
It means for every point you make, your level drops.
Kinda like you're startin' from the top...
and you can't do that.

Society, you're a crazy breed.
I hope you're not lonely, without me.
Society, crazy indeed...
I hope you're not lonely, without me
Society, have mercy on me.
I hope you're not angry, if I disagree.
Society, crazy indeed.
I hope you're not lonely...
without me.


por Virginia Woolf * 00:51
|

____________________

[14 abril 2008]

Wild Spirits

Nutro uma certa admiração por pessoas assim, quanto mais não seja porque enquanto nós apenas falamos, eles fazem-no. E não é tão díficil assim fazer. Basta levantarmos o rabo da cadeira, a partir daí é fácil. Tem a ver com o espírito e a vontade de cada um. Espero fazer algo semelhante um dia destes, se não for numa bicicleta, também pode ser a pé. Tem muito a ver com sermos um pouco exigentes connosco mesmos, tentarmos encontrarmo-nos enquanto vamos ao encontro de outras paisagens, de outra natureza.



Este é um caso mais extremo, desprende-se de tudo e de todos... e, no fim, chega a admitir, que a felicidade só existe, ou só é verdadeira quando partilhada com os outros, por mais pura que seja. É tocante vê-la reflectida nos olhos em lágrimas de Christopher McCandless, que no filme adopta o nome de Alexander Supertramp, interpretado de forma belíssima por Emile Hirsh. O Sean Penn fez um bom trabalho ao adaptar a história verídica do rapaz que aos 21 anos, acabado de sair da faculdade, decide largar tudo e rumar em direcção ao Alaska. E, ninguém melhor que o Eddie Vedder para fazer uma banda sonora para este tipo de filme. Quem gostou do Grizzly Man, gostará certamente deste filme.

Ainda dentro do mesmo tema temos estes dois rapazes, que partiram rumo ao Dakar com apenas 1000 euros no bolso, cada um. Em bicicletas em segunda mão, compradas num qualquer Hipermercado, lá foram eles, e não julguem que são verdadeiros desportistas, não senhora, que já ali vi barriguinhas. Partiram de Lisboa em finais de Feveiro, e já estão em Sidi Ifni, no sudoeste de Marrocos. Pelo caminho conhecem e fazem amizades com novos e velhos (algo que dá muito jeito no que toca às refeições e alojamento), vivem novas culturas, sentem outra natureza, e, muitas vezes, quebram preconceitos. Experiências que nunca irão esquecer...



Para assistirem a tudo isto, embora não com a mesma paixão dos mesmos, vão ali ao blog dos senhores. Sim, porque mesmo indo de bicicleta até Dakar, uma pessoa tem de levar um portátilzito.


por Virginia Woolf * 21:05
|

____________________

[06 abril 2008]

happy birthday, my dear



que todos os dias te sorriam e façam sorrir como só tu sabes.


por KaRL * 14:43
|

____________________

[31 março 2008]

Animações

Há uma categoria nos Oscares que passa sempre despercebida. Embora seja pouco Hollywoodesca, é uma categoria onde os nomeados revelam grande criatividade e inovação; melhores curtas em animação. Este ano tive a possibilidade de ver todos os nomeados e fiquei fascinada. Apenas uma das animações era em formato digital (Même les Pigeons vont au Paradis), todas as outras, embora em estilo mais tradicional, são resultados de um trabalho e criatividade imenso. Desde uma adaptação de Pedro e o Lobo de Sergei Prokofiev em stop motion por Suzie Templeton (o vencedor desta categoria), a uma pintura em óleo animada, um trabalho russo, Moya Lyubov (My love). O meu favorito é decididamente o Madame Tutli-Putli um retrato um pouco bizarro e macabro, muito ao estilo burtonesco, onde uma senhora faz uma viagem de comboio bastante peculiar. O mais engraçado nesta animação em stop-motion são os movimentos dos olhos, tendo sido conseguido usando marionetas sem olhos e, adicionando mais tarde, os tais movimentos feitos por um actor humano. Outra nomeação interessante, mais pela história do que pela animação em si, foi I Met the Walrus. Em 1969 um fã de Beatles de 14 anos, conseguiu entrar no quarto de Hotel de John Lennon e convencê-lo a dar uma entrevista sobre a paz, a entrevista foi gravada e é usada como pano de fundo da animação.

Penso que todas as animações se encontram no Youtube, de qualquer das maneiras fica aqui um pouco de Madame Tutli-Putli.



por Virginia Woolf * 17:23
|

____________________

[29 março 2008]

para a Lyra Belacqua

ELE VENDEU-SE!!!







e este é apenas um exemplo. tudo o que tenha a ver com os Reis Magos a triplicarem saldo da TMN... o sr Mago Belchior... é o .... senhor... [adivinha].


por KaRL * 13:24
|

____________________